domingo, abril 15, 2012

Vinho - Consumo Otimo

Terminadas as fases dematuração e de envelhecimento, o vinho atinge o chamado periodo ótimo de consumo. Este pode manter-se durante um prazo mais ou menos alargado, desde que as condições de conservação sejam as mais adequadas. Durante esta fase, o vinho poderá manter as suas características ou, eventualmente, piorar. Mas, após este período, é certo que o vinho perderá qualidades, falando-se então, de um vinho decrépito. Não existe uma fórmula para determinar quanto tempo um vinho pode durar. No entanto, se se conhecerem as suas características, é mais fácil intuir o período durante o qual se poderão manter ou potenciar todas as suas virtudes.

Vinhos Jovens
Regra geral, este tipo de vinho, seja branco ou tinto, deve ser consumido até ao final do ano seguinte ao da vindima (colheira). Apesar disso, e se as caraterísticas do vinho forem adequadas, pode manter-se em boas condições durante mais algum tempo em garrafa. Mas, se pretende saborear um vinho jovem, o mais aconselhável é sempre ir buscar a colheita do ano imediatamente anterior. Assim, a colheita de 2008 dará vinhos jovens para consumir em 2009.

Vinhos tintos com estágio curto
Estes vinhos passaram por um curto período em madeira, pelo que, em geral, podem apresentar um período de consumo ótimo até cinco anos após a colheita, em função do tipo de estágio.

Vinhos tintos com estágio prolongado
Quanto mais longo for o período de estágio, mais alargado será o período ótimo de consumo, podendo prolongar-se até 15 anos após o ano de colheita.


Vinhos brancos com estágio prolongado
São vinhos a consumir pelo menos dois anos após o ano de colheita indicado no rótulo. O seu período ótimo dependerá das características desse estágio