quarta-feira, maio 09, 2012

Breve panorâmica da história da vinha e do vinho / 1 - As Origens

1 - As Origens

A videira, essa planta tão rica de história, de tradições culturais, de significado económico e social, é uma espécie vegetal autóctone, da área geográfica da União Europeia.

Embora existam indicios, no período terciária (pliocénico: 1-10 milhões de anos a.C.), da existência do género Vitis na Ásia Menor, na Europa Oriental e até mesmo na América, o certo é que a Vitis silvestris fazia parte da flora espontânea da Grécia, Itália, França, Alemanha e Espanha desde o início do quartenário (0,6-1 milhão de anos a.C.), enquanto a Vitis vinifera (ou V. sativa) era de certeza cultivada na idade do bronze (1500-3000 a.C.) no Egipto e nas ilhas do Mar Egeu, que hoje fazem parte da Grécia e, a partir da idade do ferro (1000-1500 a.C.), em Itália e em outras regiões da Europa ainda hoje vitícolas.

A estes vestígios da Vitis vinifera encontram-se assocoados, ainda na idade do bronze, os do vinho, sob a forma de recipientes diversos (tonéis, vasilhas de barro, ânforas, garrafas, copos, taças, cálices), prensas e adegas