quinta-feira, outubro 11, 2012

Sauvignon Blanc

Uva dos famosos brancos do Loire, Sancerre e Poully-Fumé, a Sauvignon atraiu as atenções do mundo vinícola para a Nova Zelândia devido a um vinho que é uma autêntica salada de fruta e que provou a versatilidade desta casta.

Origens Francesas

Bordéus, onde é quase sempre misturada com Sémillon (e talvez um pouco de Moscatel). O vale do Alto-Loire é onde estão sediadas as melhores variedades de Sauvignon, e mais a ocidente ao longo do Loire, em Touraine, produzem-se vinhos menos exaltados.

Outros locais onde é cultivada

Bastante difundida, mas especialmente importante na Nova Zelândia e um pouco menos nos Estados Unidos, Austrália e África do Sul. Plantações isoladas na parte mais quente de Languedoc e no Norte de Espanha estão a revelar-se surpreendentemente bem sucedidas.

Notas Aromáticas

Praticamente toda a gama de aromas frutados, desde a fruta verde e ácida como groselha e maçã ácida ou pêra, a notas surpreendentemente exóticas como melão, maracujá e manga. Possui muito frequentemente uma dose exacta de groselhas negras. Também os vegetais verdes podem surgir em grande: ervilhas, espargos e pimentos vermelhos manifestam-se muitas vezes nos exemplares neozelandeses. Existe um atributo animal curiosamente pungente em muitos climas mais frescos, em especial nas versões do Loire, as quais são muitas vezes comparadas à urina de gato ou mesmo ao suor masculino. Se se tiver sorte, pode encontrar-se também aquele fugaz laivo de fumo ligeiramente acre.