sexta-feira, junho 21, 2013

D'Eça 2008

D'Eça 2008
Douro DOC

Viticultura e dados climáticos:
O clima em 2008 foi algo irregular, registando-se em Abril e Maio precipitação acima da média, depois um Verão seco e um Setembro normal, com precipitação de 21 a 23 de Setembro, mas a seguir, tempo seco até à vindima. As temperaturas proporcionaram uma Primavera ligeiramente mais quente e um Verão ligeiramente mais fresco. A luminosidade também foi menor do que a média. Estas condições foram favoráveis ao aparecimento de doenças como o oídio, e o controlo teve de ser muito atento e rigoroso. A colheita foi muito equilibrada e com teores alcoólicos mais moderados. Com um estado fitossanitário impecável, no contexto de práticas sustentáveis e amigas do ambiente, suportadas por um trabalho rigoroso na vinha, seleccionou-se uma parcela de Tinta Roriz e outra de Touriga Nacional, ambas com 20 anos de idade, para este vinho.

Vindima manual:
A 4 de Outubro de 2008, garantindo-se a exclusão de qualquer cacho que não apresentasse a qualidade exigida.

Fermentação e estágio:
A vinificação foi conduzida em lagar de inox e granito, com temperatura controlada, tendo as massas vínicas sido sujeitas a uma maceração pré-fermentativa particularmente longa. A fermentação maloláctica já foi efectuada em barricas de carvalho françês e americano, onde prosseguiu o estágio por um período de meses. O lote final ficou composto por 75% de Tinta Roriz e 25% de Touriga Nacional.

Engarrafamento e notas de prova:
Engarrafado em Abril de 2010
Cor: Granada muito intenso
Aroma: Frutos vermelhos, especiarias, caruma de pinheiro e até pinhão, e nuances de café provenientes de madeira nova bem integrada.
Boca: Boa estrutura com a frescura do vinho a sobressair, num conjunto envolvente e complexo. Boa acidez e um longo e persistente final.
Temperatura de serviço: 18-20ºC
Gastronomia: Caça, assados, carnes vermelhas...

Produtor: João Carlos Moura Coutinho Almeida D'Eça de Sousa
Enólogo: Daniel Fraga Gomes